"Feliz aquele que transfere o que sabe
e aprende o que ensina." (Cora Coralina)

quarta-feira, 6 de junho de 2012

Restauração de Lustre Antigo






No ano passado eu e minha filha, Marina, fizemos a restauração do lustre da foto ao lado para colocar no quarto dela. Compramos em uma loja de usados na Rua Riachuelo, aqui em Curitiba. Aquele modelo antigo em bronze. Custou R$ 150,00. Estava muito feio, sujo e manchado, mas o sistema elétrico funcionava. Infelizmente na época tiramos fotos apenas do antes de do depois, mas vou tentar explicar o passo a passo para aqueles que desejarem se aventurar nesta arte. 



O primeiro passo foi fazer a limpeza. Deve haver uma forma melhor para limpar, não sabíamos qual e tentamos várias. O importante é tirar tudo que possa se soltar depois da pintura e prejudicar o resultado final. Usamos bombril seco para tirar a sujeira mais grosseira. Depois esfregamos creme dental com uma escova de dentes. E em seguida, a escova apenas com água. Por fim, limpamos com um pano úmido.



Usamos folhas imitação de Prata e verniz mordente. A folha de prata, assim como a de ouro, é muito fininha e delicada. Deve-se usar talco nas mãos para que ela não grude. Pode-se usar também luvas. É importante forrar a superfície em que se vai trabalhar, para não fazer bagunça, mas também para que se pedaços da folha de prata se espalharem, possam ser aproveitados. Deve-se separar um pincel só para passar o verniz mordente e este deve ser passado por partes, para dar tempo de aplicar a folha de prata. Depois de aplicado o verniz, deve-se se aguardar a mordência, cerca de 10 minutos. É quando você encosta o dedo e sente um grude, mas já não está molhado.

Aplicamos a folha de prata com cuidado e usando um pincel bem macio. Usa-se o pincel apenas para ajustar a folha à peça, dando batidinhas, sem ficar esfregando. Deve-se tomar cuidado para não encostar o pincel direto na peça com o verniz, pois a cola do verniz pode passar para o pincel e este ficar grudando na folha de prata e atrapalhando que esta cole na peça.

Depois que terminamos de aplicar as folhas em todo o lustre aguardamos a secagem total, umas duas horas, e passamos um pincel limpo e seco para tirar o excesso de folha de prata que não grudou no lustre. Nesta hora você vai perceber que em algumas pequenas partes as folhas não colaram e que em outras elas ficaram sobrepostas ou enrugadas. Não se preocupe, este é o efeito da técnica.

Optamos por passar verniz spray, para não ficar esfregando o pincel sobre a prata, mas pode ser passado outro acabamento. O importante é impermeabilizar a técnica depois de pronta para que a prata não oxide com o tempo.





Terminada a pintura eu costurei tiras de cetim, usei o que tem elastano. Cortei tiras com largura de 8 cm. O comprimento sempre maior que a parte do lustre que seria coberta para dar o efeito franzido. Para cobrir a corrente, dei pontinhos com linha e agulha nas extremidades, para que o tecido ficasse no lugar. Nos bocais, costurei um pouco mais apertado na extremidade que ficou para cima para que o tecido não escorregasse, o elastano do tecido ajudou no ajuste.

Encontrei os cristais numa loja de peças para bijuterias na Praça Tiradentes. Quem não souber montar bijuteria, é só pedir explicação para as vendedoras. Usamos argolas ou elos para unir os cristais e para pendurá-los no lustre, usamos uma argola de uns 2 cm de diâmetro. Na falta dela pode ser aquela usada para fazer chaveiro. O que vocês acharam?

6 comentários:

  1. Que efeito inusitado, misturar tecido e metal! Muito bom!

    ResponderExcluir
  2. Gostei do resultad,Rosangela, ficou muito bonito!

    ResponderExcluir
  3. Obrigada, Cibele!
    Estou preparando novidades. Venha me visitar em breve.
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Boa noite Rosangela
    Moro em Francisco Beltrão/PR e preciso saber qual o melhor lugar para limpar um lustre de bronze aí em Curitiba.
    Aguardo s. resposta
    Muito obrigado
    Caren

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Caren
      Eu não conheço nenhuma empresa para te indicar. Procurei na internet por "limpeza de lustres em Curitiba" e encontrei três, mas não sei como é o resultado do trabalho. Na restauração do lustre deste post eu e minha filha limpamos. Não foi tão complicado principalmente porque o lustre não estava instalado. Acredito que um desengordurante, desses que são usados em cozinha daria um bom resultado. Poderia se usar uma escovinha de dentes com o produto, aguardar um pouco e tirar com o pano úmido. O processo do pano úmido teria que ser repetido para não ficar vestígios do produto no lustre.
      Espero ter ajudado
      Abraços

      Excluir

Seguidores

Google+ Followers